Quais são as condições?

É importante saber que as condições de cada Programa apoio à de Reabilitação Energética podem variar de uma cidade ou comunidade para a outra.

Tal como referido, os Programas apontam geralmente para a melhoria da eficiência energética dos edifícios e isto só se consegue com a substituição de elementos pouco isoladores por materiais que aumentam a capacidade isolante do edifício.

A substituição de janelas pode estar condicionada a uma melhoria das prestações de isolamento térmico e/ou controlo solar da nova janela em relação à anterior. Para isso, os vidros isolantes requeridos, na maioria dos casos, devem ter um valor U igual ou inferior a 1,4 e/ou um fator solar igual ou inferior a 43%.

Quais os benefícios?

A comparticipação concedida pelas diferentes entidades é o primeiro benefício que encontra enquanto utilizador final. Mas o que é realmente importante é a poupança energética* que poderá conseguir com a substituição de umas janelas pouco eficientes por umas eficientes, e a poupança económica na fatura mensal da eletricidade e gás. Nunca esquecendo o conforto do seu lar.

* Resultados obtidos em estudo realizado pela TECNALIA, para uma casa de 100 m2 em Madrid construída antes de 2006 com orientação noroeste, onde foi substituído um vidro duplo standard 4/6/4 por caixilharia de alumínio sem corte térmico por vidros duplos com Guardian Sun 4/16/4, árgon e corte térmico. Aquecimento e ar condicionado por sistema de bomba de calor.

Que Programas se encontram em vigor?

A cada momento, os programas e planos podem ser diferentes. O importante é ter em conta a melhoria do conforto do seu lar e a poupança energética da sua nova janela eficiente.

Recomendamos que se informe relativamente aos Programas em vigor a cada momento. Apresentamos-lhe aqui uma lista meramente informativa das possibilidades em Portugal e Espanha, mas tenha em conta que esta lista não é exaustiva e não exclui a consulta a outras fontes de informação para encontrar todos os detalhes dos programas ativos e os seus requisitos.

  • Portugal: Programa de apoio a soluções para a reabilitação de edificado residencial que inclui uma taxa de comparticipação para janelas eficientes.
  • Ceuta: Subsídio para obras de reabilitação em edifícios residenciais.
  • País Vasco: Programa Renove de janelas.
  • Comunidad Valenciana: Programa Renove de janelas.
  • Aragón: Apoio na reabilitação de casas.
  • Asturias: Apoio para ações de reabilitação energética.
  • Castilla y León: Apoio para ações de reabilitação energética.
  • Madrid: Programa de reabilitação de edifícios existentes.
  • Extremadura: Subsídios para ações de poupança e eficiência energética.

Pode também consultar um profissional das janelas na sua localidade.

Comments are closed.